terça-feira, 31 de maio de 2016

Nós Mulheres

Manuela Existe um olhar.jpeg

Nós, mulheres, somos um ser bonito, ponto.
Cada uma à sua maneira, cada uma com a sua forma de marcar a vida de alguém, de ser forte.
Não é nem a grandeza nem a pequenez de tamanho que define a mulher da tua vida, é a forma como ela te ama, a forma como ela sabe ser diferente.
Não é a sua magreza ou gordura que a faz detestar o seu corpo ou ser menos feliz por isso. A gordura não é uma vergonha para esconder, nem a magreza algo para elogiar ou questionar. Cada mulher tem a sua forma de ser, isso não quer dizer que as mulheres magras também não sintam complexos, que amem o seu corpo. Assim como as mulheres mais gordas se possam sentir-se bem e porque não se haviam de sentir? O importante é gostar de si próprio e não criticar o outro. O mais importante é o amor-próprio, o amor pelo nosso ser, pelo que somos, a beleza mais interessante é a que vem de dentro, é essa que nos define, que demonstra aos outros a nossa essência.
E na essência de uma mulher vive a força de mostrar ao mundo que ela é melhor do que os outros julgam, de traçar caminhos, de vencer o que muitos julgam antecipadamente serem derrotas, mulher é sinónimo de força, de amor.

Gostoolharesorriso. blog.sapo.pt