quarta-feira, 9 de março de 2016

Cancro do pulmão: pão branco é o novo tabaco?


Serão os hidratos de carbono refinados o novo tabaco?


 



Que os alimentos feitos à base de produtos refinados – farinha e açúcar – não são benéficos para a saúde, já a ciência o tinha dito, mas há um novo motivo para excluir o pão e as massas brancas da alimentação: o risco de cancro do pulmão.

Segundo um estudo da Universidade do Texas (Estados Unidos), os alimentos com um índice glicémico elevado (IG) – como aqueles que são feitos à base de refinados, descritos como brancos (pão branco, massa branca, bolos, cereais de pequeno-almoço, etc.) – aumentam o risco de cancro do pulmão… especialmente em quem não fuma.

Stephanie Meljonian, autora do estudo, diz que a investigação concluiu que o risco de cancro do pulmão nas pessoas que ingerem frequentemente alimentos com um alto IG é 49% maior do que aqueles que fazem uma dieta à base de alimentos com baixo IG, ou seja, à base de vegetais e grãos e cereais integrais, lê-se no Science Daily. E a percentagem de risco torna-se mais notória quando em causa estão pessoas que não têm o hábito de fumar.

As dietas à base de alimentos com um índice glicémico alto, isto é, feitas à base de hidratos de carbono (HC) simples, levam ao aumento dos níveis de glicose no sangue e insulina, o que eleva os problemas no fator de crescimento semelhante à insulina (IGFs).

A investigação foi publicada no Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention e envolveu dados de mais de 4.400 pessoas.

Aqui pode ficar a saber mais sobre os hidratos de carbono e a diferença entre os simples e os complexos.