domingo, 7 de fevereiro de 2016

O SONHO PORTUGUÊS






Quando penso no comportamento da Marta ocorre-me sempre a frase americana ‘what you see is what you get’.

Mesmo correndo o risco de me colocarem uma etiqueta de simples de espírito, confesso que prefiro pessoas assim.
Há já alguns anos, expondo esta opinião a um amigo, provoquei uma forte gargalhada: em que mundo é que tu vives? não é no mesmo que eu, de certeza absoluta, nenhuma mulher te diz o que verdadeiramente pensa ou o que verdadeiramente quer.
Umas vezes não dizem porque esperam que tu adivinhes, é uma prova de amor, prova de que te interessas.

Outras vezes é mais simples, não dizem porque não querem que saibas. (p. 280)



PAULO CASTILHO
O Sonho Português
(2015)




Rua das Pretas