sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

O apartamento secreto no topo da Torre Eiffel





Inaugurada em 31 de março de 1889, a Torre Eiffel é o maior símbolo da França e um dos principais monumentos da Europa. Com 126 anos, a torre de 324 metros foi construída para a Exposição Mundial de 1889 e comemorou os 100 anos da Revolução Francesa – desde então, milhões de pessoas já visitaram o local e admiraram a vista da cidade do alto.

O que pouca gente sabe (e até pro bim.bon foi novidade) é que no topo do monumento se esconde o apartamento de Gustave Eiffel, o engenheiro responsável pelo projecto da torre.


Sem o conhecimento da maioria dos parisienses da época, Gustave construiu um pequeno apartamento para si próprio bem no alto da Torre Eiffel, mais precisamente no metro 285. As poucas pessoas que sabiam – geralmente as mais ricas – ofereciam fortunas para que o engenheiro alugasse o local por apenas uma noite, mas todas as ofertas eram recusadas.


Em contraste com as vigas de aço industrial do exterior da torre, o apartamento era decorado com papeis de parede, pinturas a óleo, móveis estampados, armários de madeira e um piano de cauda, criando um espaço pequeno mas confortável. Em anexo ao ambiente, existia ainda um pequeno laboratório equipado com as ferramentas de pesquisa mais modernas da época.

O cobiçado apartamento permaneceu intocado por várias décadas, já que Gustave só o utilizava para ocasiões especiais – uma delas incluiu até uma visita do inventor Thomas Edison.



No início de 2015, a administração da Torre resolveu abrir o espaço para o público. Por isso, se você está planeando uma visita à capital francesa, não perca a chance única de vivenciar a arquitectura, interiores e história francesa em um único lugar.