quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

INSÓNIA



 Internet - desconheço autoria 


Em fogueira fecundas
meu corpo...
Aplacas a chama
que desagua em martírios...

Doce e atroz brasa
que me consome!
Ter em mim teu olhar...

Trôpega - por vezes
caminho...
Levada
pela emoção
pela vertigem
de sentir que a cada dia
sou mais tua...

E em mil palavras
calo-me...
E entrego-me!


perfumes e palavras