segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

UM POUQUINHO ?

Arte de Dorothea Tanning

Quando a mulher diz que vai pintar um pouquinho o cabelo, voltará absolutamente modificada.

O que sugere um retoque é o surgimento de uma nova personalidade.

Se queria ficar levemente acobreada, ficará vermelho sangue. Se queria ficar loira, ficará platinada. Se queria ficar morena, ficará azul.

O tingimento sempre foge do controle. Só restarão as sobrancelhas para contar a história e recordar do passado.

Pintar um pouquinho provocará um maremoto de selfies, todas devidamente apagadas. Nenhuma mulher é feliz depois de pintar o cabelo. Ela apenas se conforma - não tem mais o que fazer nos próximos meses.

A cor desejada na caixa ou na cabeça de uma modelo na revista jamais se repete. A cor do seu cabelo não combinará nem com o seu tom de pele muito menos com a sua personalidade, combinará apenas com o cabelo.

Colocar um tonalizante é uma aventura radical. O só pouquinho é muito.

O só pouquinho da mulher no salão é o só o pouquinho do homem no sexo.

Fabrício Carpinejar