terça-feira, 1 de dezembro de 2015

TRABALHO MANUAL DE ROSIE WONDERS


FFW 
Passeando por Londres, é inevitável não se deparar com as lojas de fast fashion. Por onde você anda, até pelos lugares mais “off the map”, elas estão sempre na esquina mais próxima ou do outro lado da rua. Achei engraçado como elas estão copiando o estilo do Kanye West, com os shapes alongados, camisetões brancos, moletons, etc, tudo bem comprido. Há também uma vibe Rick Owens, com peças femininas assimétricas, em tons terrosos ou cinza, com materiais misturados na mesma peça.
Mas o que me chamou a atenção um dia não foi roupa, e sim, um cartão postal. Nele, em um fundo rosa pálido, a imagem de Amy Winehouse pintada à mão. Pensei: “isso eu vou levar”. Olhando para o lado, ainda vejo outros ícones como John Lennon, Bob Marley, Mandela, Frida Khalo, Elvis, Liz Taylor…
Ali, no meio daquela zona que é a Topshop, estava um pequeno stand da designer Rosie, com sua marca Rosie Wonders, de cartões, cadernos, papel de presente, tatuagens e bolsas, todos pintados manualmente em papéis de florestas sustentáveis e impressos na Inglaterra. Essa linha específica chama-se Iconic Figures, mas há outros temas como unicórnios (uma onda em Londres), Natal, flores, folclore, etc.
Não resisti e fiz um kit Amy pra mim, com cartões, caderninhos e bolsa (simples, de tecido reciclado) e mais outros cartões do Bob e da Liz, que eu não vou mandar pra ninguém e sim fazer uma série de quadrinhos, já que juntos, suas cores combinam tão bem.
A marca começou quando Rosie trabalhava como produtora de TV num ritmo zero criativo. No tempo livre, ela começou a fazer cartões à mão e então mandava para os compradores das principais lojas de Londres, como Selfridges, Liberty e a papelaria delícia Paperchase (amo papelaria). Seu primeiro cliente foi a Selfridges e o negócio acabou se desenvolvendo a partir daí para desenhar uma série de tattoos para a Cartier e fazer a vitrine da Liberty.