domingo, 13 de dezembro de 2015

TODAS AS CORES POSSÍVEIS




Todas as cores possíveis
Eu sou daltônico sem você, só conheço o cinza e o branco, mas como um cubo mágico, quando estou em sua companhia, vejo todas as cores possíveis. O brilho que ela me proporciona, me traz uma imensa felicidade, e com variedade, transforma o que antes era morto em vida. Com você consigo pintar meus melhores quadros, consigo desenhar os melhores desenhos, escrever os melhores textos, mas talvez não para os outros, porque ser o melhor não tem haver com se comparar e sim, sentir-se o melhor, sentir-se feliz e só me sinto assim, quando encontro-te.
Douglas Ferreira



Tenho encontrado a impaciência. Ela tem feito visitas frequentes acompanhadas com sua amiga tristeza. As duas andam unidas, mas uma só fala depois da outra. Eu tinha uma amiga chamada felicidade e bem, eu não sei se o problema foi eu ou se ela não gostou de mim, porque faz tempo que não a vejo por aqui. Agora a tristeza, ah! essa adora estar aqui! Talvez a felicidade da tristeza seja nos ver para baixo, impacientes. Até que a impaciência tem paciência, porque ela espera até o fim para nos ver na tristeza.
Douglas Ferreira