segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Sete benefícios do vinto tinto à saúde



A bebida fará parte das comemorações de fim de ano? Boa pedida: ela é cheia de componentes que favorecem o organismo




Saboroso, encorpado, sofisticado e... saudável! Esses são alguns dos adjetivos que podem ser relacionados à bebida fermentada. Quer saber quais são seus trunfos? Confira!

1. Reduz a ocorrência de doenças cardiovasculares. É que graças à sua ação antiplaquetária, ele contribui para a redução dos níveis de lipídios e colesterol – agentes responsáveis pela formação de placas que podem obstruir as artérias.

2. Tem ação vasodilatadora, que diminui a pressão arterial. Por isso, é um aliado contra o infarto.

3. Ajuda no controle do peso. Os polifenóis, em especial os flavonoides encontrados na uva, colaboram para acelerar o metabolismo, além de atuar na prevenção de doenças neurodegenerativas como a demência. Destaque: os vinhos tintos têm cerca de dez vezes mais polifenóis do que os brancos.

4. Melhora o desempenho físico. O responsável por isso é o resveratrol, antioxidante que atua positivamente na melhora do condicionamento físico, nas funções cardíacas e no sistema circulatório.

5. Recupera a pele. A consumo regular da bebida melhora a consistência, elasticidade, hidratação e microcirculação da pele, efeitos atribuídos aos seus dos polifenóis.

6. Previne doenças periodontais. De acordo com pesquisa das Universidades de Zurique e Madrid, o vinho tinto, com adição de extrato de semente de uva, combate três das cinco espécies de bactérias, devido a propriedades antimicrobianas presentes na bebida.

7. Combate a depressão. Mais uma vez o resveratrol aparece como uma substância benéfica, dessa vez para a saúde mental. Segundo cientistas espanhóis, a substância tem propriedades neuroprotetoras, que aplicadas ao hipocampo (área fundamental no desenvolvimento da depressão aguda), podem prevenir aqueles que bebem vinho moderadamente de desenvolver a doença.

Patricia Affonso
Maxima BR

Opinião da Isabel: Vinho tinto alentejano; Palmela; Douro