sábado, 26 de dezembro de 2015


O TEMPO DO TEMPO





Mesmo com toda a pressão do mundo, não se cobre tanto, faça o que é possível.
O possível, por vezes, é quase nada, então, não se culpe, nem perca o juízo, apenas, espere.
O agricultor olha para o tempo e sabe que se lançar as sementes e não chover, perderá todo o seu trabalho e o dinheiro. Se chover demais no mesmo dia, as sementes serão jogadas para fora das covas. Tempo, dinheiro e trabalho perdidos.

Por isso, não acredite que esse tempo de espera é inútil, às vezes o chamado do emprego não veio, pois virá outro melhor, talvez o relacionamento acabou, pois não era esse o seu amor.

Quem sabe, esse concurso deu errado, pois você não estudou o suficiente, e às vezes, nem gostaria de trabalhar nessa vaga.

Quem garante que esse avião que você perdeu a hora, vai chegar ao destino sem turbulências horrorosas, ou até mesmo chegar?

Por que essa preocupação com a próxima terça-feira, se ainda estamos na quinta e nem sabemos se chegaremos lá?

Preocupe-se com o dia de hoje!

O Universo não anda com relógio, não marca o tempo. Para ele, e para nós, só o agora é o infinito.

Viva bem este momento, pois só ele é o seu “tempo”, o resto é aventura, sonho ou pesadelo, depende das suas expectativas e emoções.

Crie a paz, respire, envolva-se pela paz.

Este é o melhor dia da sua vida, todos os dias.


Autoria de Paulo Roberto Gaefke


Arca do Autoconhecimento