sábado, 19 de dezembro de 2015

LEMBRO-ME SIM,ISABELINHA !




Era um dia quente de Primavera, o sol estava forte e não havia brisa...

Não me recordo as horas a que cheguei, junto ao Palácio de Queluz, sei que era de tarde,talvez 2,30h ou 3h.,pouco importa...

O que  importa é que te vi pela primeira vez do lado esquerdo da estrada e me acenavas com o braço,isso sim,lembro-me como se fosse hoje.
Estacionei o carro, vieste ao meu encontro,e como duas " velhas " amigas cumprimentámo-nos com dois beijos.

Dirigimo-nos ao café ,conversámos sobre isto e aquilo....Trocámos histórias passadas e presentes da
nossa vida...Mostraste preocupação com o teu Fredy...
Depois pedimos ao dono do café / restaurante que nos tirasse umas fotos .

Contaste-me algumas histórias sobre as casas circundantes,pertencentes aos antigos empregados do palácio,continuamos o nosso passeio, por entre algumas escassas árvores e ias chamando-me a atenção sobre as janelas altas de algumas casas antigas .  Aliás ,és uma óptima contadora de histórias!

E ao fim da tarde, cada uma regressou a sua casa,mais ricas e felizes,porque tínhamos descoberto uma nova amiga, que se tem prolongado no tempo...não só por palavras,mas também por gestos significativos.

Beijinho querida amiga.

Beijinhos Juditinha