quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

GOSTO QUANDO ME ACORDAS DE MANHÃ




Gosto quando me acordas pela manhã,
sussurando palavras de desejos quentes ao meu ouvido,
me levando ao extâse,
sem ao menos tocar um dedo em meu corpo.
Gosto desse prazer inocente.






...e assanhar o instinto.




Gosto do que me instiga a incitar o toque,




E de pecar com inocência, pois, não me bastão as coisas brandas



_ Clarice Lispector _