segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

CHATICES

Arte de Carlo Carrà

O chato no amor é aquele que não faz outra coisa a não ser forçar o amor eterno.

O chato é o que pensa que qualquer um precisa estar à disposição 24h.

Não trabalha, não tem amigos, não tem distrações.

É um falso preocupado: no fundo é possessivo. É um falso romântico: no fundo é pegajoso

É um psicopata da relação. Todo psicopata é um desocupado. Todo psicopata é um ocioso.

É o cara que não tem intimidade e já determina o que farão no sábado durante a manhã de segunda-feira. É o cara que acabou de sair do primeiro encontro e manda mensagens madrugada adentro dizendo o quanto a noite foi inesquecível e linda. É o cara que não tem limites e não realiza mais nada na vida a não ser persegui-la. É o cara que telefona quando lhe vê online. É o cara que comenta todas as suas postagens no Facebook e no Instagram. É o cara que não espera a resposta e decide pelos dois.

Amor depende da saudade e de um tempo longe para vingar.

O chato é o aborto do amor

Fabrício Carpinejar