quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

CANSADA...




Diga-me o que quer ouvir

Algo que agradará os seus ouvidos

Cansado de toda esta insinceridade

Então abrirei mão de todos os meus segredos

Dessa vez Não preciso de outra mentira perfeita

Não me preocupo se as críticas nunca aparecem de uma só vez

Eu estou me desfazendo de todos os meus segredos


Devaneio Momentaneo