domingo, 27 de dezembro de 2015

BOXING DAY BRITÂNICO TEM FILAS NA MADRUGADA



Pessoas fazem fila antes de abertura de loja na Inglaterra no 
Boxing Day (Foto: Neil Hall / Reuters)



Dia de promoções atraiu milhões de britânicos e turistas às compras; polícia registrou briga com faca que gerou pânico em shopping londrino.

Enquanto no Brasil, a crise fez o comércio ter o pior Natal dos últimos anos, no Reino Unido, o movimento das compras no chamado Boxing Day mostra que, por lá, a economia parece andar de vento em popa.

O Boxing Day é o feriado após o Natal, geralmente "comemorado" em 26 de dezembro - quando cai em um fim de semana, ele acaba estendido para a segunda-feira –, celebrado nos países anglófonos e conhecido tradicionalmente pelas promoções nas lojas e nos shoppings, com descontos que atraem milhões de pessoas às compras.

E mesmo com frio e chuva em algumas cidades do Reino Unido, as pessoas não desistiram de aproveitar os preços baixos e fizeram filas desde o início da madrugada em shoppings e lojas pelo país. Muitas delas se amontaram em filas desde 1h da manhã. O sucesso foi tanto, que a Selfridges (loja de departamentos) anunciou um recorde em uma hora de promoções – das 9h às 10h da manhã, o faturamento dela em caixa já havia batido os 2 milhões de libras (R$ 11,7 milhões) – foi a melhor "primeira hora de negócios" da história, segundo os donos da loja.

A Selfridge estima que cerca de 130 mil clientes passaram por sua loja em Oxford Street, no centro de Londres, neste sábado. Boa parte delas, se acotovelava por um espaço na sessão de luxo, querendo aproveitar as promoções.

Ainda assim, apesar dos sucessos nas vendas, o Boxing Day britânico também registrou uma confusão que gerou pânico entre as pessoas presentes no shopping The Glades, localizado em Bromley, sudeste de Londres. Uma suposta briga envolvendo pelo menos dois homens e uma faca assustou as pessoas que estavam por perto.

A polícia foi chamada e deteve um dos homens, que estava parcialmente ferido, por porte de armas ofensivas. As autoridades ainda buscam o outro suspeito de participar da confusão, que fez com que as centenas de pessoas que estavam no shopping começassem a correr assustadas.

Imagens postadas no Twitter por Alexander Adeosun, que foi testemunha do ocorrido, mostram as pessoas fugindo pelo shopping. "Foi um momento de pânico, muitas pessoas começaram a correr, e algumas até caíram", disse. "Meu amigo teve que saltar da escada rolante."

Compras

Segundo analistas, os estrangeiros seriam um dos grandes responsáveis pelo sucesso do Boxing Day e, com a temperatura mais amena do que o normal para esta época do ano, a expectativa era de que o dia gerasse pelo menos 3,5 bilhões de libras (R$ 20,6 bilhões) de lucro.

O comércio online também deve contribuir para esse faturamento – espera-se que as compras feitas pela internet no Boxing Day rendam 856 mil libras (R$ 5,04 mi), o que significaria um aumento de 22% com relação aos números do ano passado, segundo especialistas e associações comerciais.

Milhões de pessoas foram às ruas para aproveitar as promoções

Jace Tyrell, CEO da New West End Company, que representa 600 varejistas em Bond Street, Regent Street e Oxford Street (centro de Londres), afirma que turistas estrangeiros devem ser o maior combustível desse "boom" de vendas.
Segundo ele, turistas da China, do Oriente Médio e dos Estados Unidos seriam alguns dos principais "consumidores" do Boxing Day.
"Eles gastam provavelmente quatro ou cinco vezes mais que um britânico", disse.

G1.globo.com.