domingo, 20 de dezembro de 2015

Aulas de Cancan à Paris


 OH LA LA LA LA!!! ON Y VA????


Participar de um ateliê de French Cancan em um dos mais tradicionais cabarés parisienses é um programa inesquecível, totalmente fora do comum e, ao mesmo tempo, super parisiense.
Zildinha, Fernanda, Ana Rita e Karen durante aula de cancan no Paradis Latin

Nossas parceiras Ana Rita, Fernanda Hinke, Karen Goldman e Zildinha Figueiredo foram até o Paradis Latin fazer uma aula. Foram três horas de diversão. O resultado está no vídeo abaixo:




A aula é pura diversão. Mas é coisa séria também: Marie-Laure Philippon, a maior especialista em coreografia de cancan em Paris, é a professora dos ateliês do Paradis Latin. A aula inclui o aprendizado de uma coreografia completa de cancan, com todos os seus passos emblemáticos. Os bailarinos e bailarinas do cabaré também participam da aula, o que dá a impressão de estarmos vivendo um espetáculo de verdade.

Antes do início da aula, as alunas passam pelo camarim para fazer a maquiagem (com as maquiadoras profissionais do cabaré) e troca de roupa. Aquecimento com as bailarinas e bailarinos do Paradis Latin e a aula em si.

Após a aula, há um coquetel especialmente preparado para as alunas do Ateliê de French Cancan.

Cartaz do Paradis Latin para o ateliê de cancan que acontece uma vez por mês

 Sobre o cancan:

O cancan como conhecemos hoje surgiu no final do século 19, durante a Belle Époque, quando a moda entre a burguesia parisiense era se encontrar em grandes bailes – amplamente registrados por impressionistas como Toulouse Lautrec e Renoir.

O baile no cabaré Le Moulin de la Galette, na região de Montmartre, em Paris, retratado por Auguste Renoir.

E foram nessas grandes festas, nos arredores de Paris, que nasceu o french cancan. Os passos da dança faziam referência à igreja e à marcha dos soldados, num deboche à moral burguesa da época. Considerada obscena, chegou a ser proibida. Mas, no escuro dos cabarés, o cancan foi aos poucos crescendo e a técnica se aprimorando, até se tornar um dos símbolos de Paris.

 Bailarinos de cancan no Paradis Latin

Hoje, ainda existem dezenas de cabarés em Paris, mas os espetáculos foram se transformando – alguns ganharam efeitos tecnológicos à la Las Vegas, outros se distanciaram o cancan. O Paradis Latin, construído por Eiffel na mesma época da torre, talvez seja hoje o cabaré mais tradicional, frequentado por franceses, tendo preservado a essência dos antigos espetáculos de cancan.

Acrobacia sobre a sala projetada por Gustave Eiffel

E não se esqueça: leitores do Conexão Paris têm desconto exclusivo nos espetáculos do Paradis Latin. Veja aqui.

Sobre as aulas de cancan:
Quando? As aulas de cancan no Paradis Latin acontecem na primeira quinta-feira do mês (ou sob demanda em datas especiais, conforme disponibilidade), a partir das 18h.
Como participar? Envie um email para atelierfrenchcancan@paradislatin.com(atendimento em português, francês e inglês) para reservar seu lugar. As aulas acontecem para grupos de 8 a 12 pessoas, no máximo.
Aulas em francês, mas mesmo quem não domina poderá facilmente seguir o curso.
Duração: 3 horas
Valor: 130 euros / por pessoa. Leitores do Conexão Paris têm 15 euros de desconto.