quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

ADORO QUANDO ME DIZES COM A TUA VOZ DOCE

Pensamento infinito 


Eu não irei largar a tua mão. És tu quem me dá a força de que preciso para viver, és tu que me dás os gostos, as vontades, as emoções fortes e as fracas que e fazem chorar sobre os teus ombros. És a escuridão e a luz ao mesmo tempo, és uma ternura de pessoa, és um carinho de alma, quando digo o teu nome, sinto que os meus olhos brilham, sinto que a voz muda de tom e o corpo deixa de tremer. Contigo sinto-me bem, vasta pensar em ti que logo perco o medo de viver. Vasta olhar-te nos olhos para saber o que és para mim, para saber o que sentes por mim, o que pensas e queres fazer comigo.

Obrigado por nunca me teres largado a mão, obrigado por me dares na cabeça nos momentos mais difíceis, nos momentos mais estranhos e felizes, obrigado por me apoiares e dizeres que um dia me irei tornar em tudo aquilo com que hoje sonho em tornar-me. Eu não consigo esquecer-me de todas as palavras carinhosas que me disseste, não me consigo esquecer de tudo o que vivemos juntos.

Adoro quando me dizes com a tua voz doce:

"Foste avisado!"