domingo, 8 de novembro de 2015

Vida sexual depois dos 60.


A QUÍMICA SEXUAL TAMBÉM CONTA MUITO DEPOIS DOS 60

Por Maria Lima dos Santos

Um estudo realizado pela Universidade da Califórnia revelou que a química e desejo sexual é importante na vida amorosa das gerações mais velhas.



O estudo, que analisou os dados dos utilizadores do site de encontros eHarmony, revelou que a partir dos 60 anos a atração sexual que se sente pelo parceiro continua a desempenhar um grande papel na vida das pessoas. Ao todo foram analisados os dados de 5.500 utilizadores, com idades compreendidas entre os 20 e os 95 anos.

Apesar dos investigadores revelarem que haviam alguns utilizadores que a partir dos 60 anos davam menos valor à atração sexual do que os mais novos, esta continuava a ser uma componente muito importante da sua vida.

“Os mais velhos continuam a dar uma grande importância ao desejo sexual”, afirmou um dos investigadores, que sublinha que a necessidade de companhia é algo constante em pessoas todas as idades e não somente das mais velhas.

Os psicólogos descobriram ainda que as pessoas com mais idade são as que têm os relacionamentos mais longos. Mas quem está solteiro ou divorciado a partir dos 60 anos tem mais dificuldade em encontrar parceiro. Segundo os investigadores isto acontece porque existe medo de desapontar e aborrecer os filhos com uma nova relação.

Outro dos resultados da investigação prende-se com o facto dos homens, de todas as idades, darem mais importância à atração sexual numa relação do que as mulheres, que apontam o companheirismo como uma parte vital da vida do casal.

http://lifestyle.sapo.pt/