domingo, 8 de novembro de 2015

TATUAGENS



Tatuar-se é mais que gravar na pele uma mensagem. É eternizar na carne algo que você acredita com tanta fé que não pode deixar que o tempo apague. É uma forma de louvar ao corpo, dando-o vida e o fazendo-o um recipiente de emoções.

A tatuagem é fruto de dois corações, um que sente, e outro que cria. O tatuado é mais que uma tela em branco, é um apaixonado disposto a lutar contra a dor e a desaprovação. A primeira é temporária, e alguns juram que sequer a sentem. Mas a segunda é mais difícil, por não ter um por que. Só nos resta a esperança que um dia as pessoas percebam que é melhor carregar no corpo uma imagem do que um preconceito.





Entre os artistas, o menos reconhecido é o tatuador, que ainda é visto com maus olhos por tantos na sociedade. Pessoas que não conseguem entender a dificuldade que eles têm em entender o cliente, e fazer, sem direito a uma segunda chance, aquilo que o outro deseja, e que o fará feliz. Além das suas habilidades físicas, o tatuador deve desenvolver a sua sensibilidade e sua compreensão para ser um artista completo. E mesmo assim, aqueles que amam a sua profissão se sentem recompensados ao ver que seus esforços fizeram alguém sorrir, do jeito mais sincero possível.

Com o tempo morre o corpo e resta o espírito. A pele tatuada fica e é consumida pela terra. Mas, seja qual for o destino que nos agrada, acredito que sempre haverá um pouco de cor na forma de luz que nos tornaremos. Essas cores representam para sempre aquilo que amamos de verdade durante a vida. Como as tatuagens que fazemos, por tudo que nos é importante.

“Os espelhos para ver o rosto; a arte para ver a alma”. Aos corajosos, as tatuagens, para exporem na pele o que realmente são.

Por César Augusto


http://quimicadastintas.blogspot.com/