quarta-feira, 25 de novembro de 2015


Pense bem na cor que escolhe antes de pintar as unhas


Se estava à espera dos dias frios para tirar todos os vernizes escuros da gaveta, vá com calma. Unhas amareladas e enfraquecidas podem ser resultado de camadas destes tons. Siga as nossas dicas.




Os corantes utilizados nas cores escuras reagem com as próprias unhas, pelo que é essencial uma base própria e alternar com tons claros.

S. Alemdar/Getty Images


Quando, a propósito de um artigo sobre tratamentos de pele para o outono, nos disseram que o verniz escuro fazia mal às unhas, a nossa resposta foi um porquê incrédulo. E não estamos a falar só de pretos mas sim de toda a paleta de tons escuros. Se, para muitas mulheres, pintar as unhas não passa de um divertimento para quando se tem tempo livre, para outras corresponde a uma atividade semanal religiosa, o que talvez justifique os sete mil milhões que se gastam por ano em cuidados de unhas, de acordo com dados estatísticos da Nails Magazine. E quer se use gel ou o velhinho e clássico verniz caseiro, a verdade é que se carregou neste artigo e está a ler isto, o mais provável é ter as unhas pintadas.



OS PERIGOS DO VERNIZ


Cientistas da Universidade de Stanford e do Instituto de Prevenção do Cancro, nos Estados Unidos, afirmaram, numa reportagem do britânico Daily Mail, que os vernizes contêm produtos químicos tóxicos que podem causar graves danos na nossa saúde, e isto devido a um trio tóxico, o tolueno, o formaldeído e o dibutil ftalato, químicos comuns na manicure. Apesar da maior preocupação se focar nos trabalhadores dos salões expostos a este trio constantemente, os especialistas alertam para outros riscos no consumidor comum.

Se muda de verniz como quem muda de roupa interior, mais coisa menos coisa, os perigos também estão nos removedores que danificam e enfraquecem as unhas. E eis que chegamos ao cerne da questão: os vernizes escuros. Ao que parece, está tudo relacionado com os corantes utilizados que reagem com as próprias unhas e as deixam amareladas e enfraquecidas, de acordo com um artigo publicado no Huffington Post. É possível que o formaldeído seja o grande causador deste problema, ao reagir com a proteína de queratina das unhas. E o que se pode então fazer?
4 dicas para melhorar a saúde das suas unhas


Para evitar danos mais graves, há várias dicas a ter em conta:
Aplicar sempre, mesmo sempre, uma base própria para unhas antes de aplicar o verniz. Se a primeira coisa que faz na sua maquilhagem é a cobertura (base, BB cream, pó), o mesmo se aplica às unhas.
Alternar entre cores escuras e cores claras — para deixar as unhas respirarem.
Não raspar as zonas amareladasnem retirar as unhas escamadas porque só vai deixá-las ainda mais fracas.
Usar removedores de vernizes sem acetona.


Observador