terça-feira, 17 de novembro de 2015

Iris Van Herpen, Aouadi e Guo Pei entram para o calendário de alta-costura de Paris






Look da quarta colecção apresentada pela holandesa Iris Van Herper na semana de alta-costura de Paris, em 2013. Ela desfilava desde 2011 mas havia parado e se voltado ao prêt-à-porter. Agora, retorna à haute couture.

Na semana passada, a Chambre Syndicale de la Haute Couture incluiu três novos nomes no calendário da semana de alta-costura: Guo Pei, Iris Van Herpen e Aouadi. O evento acontecerá em janeiro de 2016 e marcará a estreia dos recém-nomeados, em Paris.

A holandesa Iris Van Herpen já se apresentava, como estilista convidada, na semana de alta-costura da capital francesa desde 2011, mas havia parado e começado a desfilar na temporada de prêt-à-porter parisiense. Agora, volta a se focar apenas na haute couture. Seu trabalho inovador, tanto na imagem como na técnica, expressa sempre emoções em suas minuociosas criações para o público feminino. Na apresentação da coleção para o Verão 2016 europeu, Van Herpen combinou braços robóticos e uma impressora 3D para fazer cortes à laser num vestido circular. Tal técnica revela o interesse da estilista em novas tecnologias, com o processo da impressão 3D. A cantora Bjork usou uma peça com um cinto de harpa, feito por Van Herpen, na capa do album Biophilia, de 2011, e já subiu ao palco com roupas da estilista. Em entrevista ao The Creators Project, Van Herpen diz que espera uma mistura mais interessante e maior da alta-costura com o prêt-à-porter, fazendo assim com que as distâncias entre ambos sejam menores.

Guo Pei é uma das mais importantes expoentes da moda chinesa. O nome dela apareceu em destaque na mídia quando Rihanna usou um de seus vestidos no red carpet do baile do MET, no começo deste ano. O evento celebrou a abertura da exposição “China: Through The Looking Glass”. O trabalho suntuoso de Pei tem fortes influências da cultura oriental.

Rihanna
 Guo Pei “Chinese Brides” exhibition


Preenchendo os rigorosos requisitos exigidos pelos membros da Chambre Syndicale, Yacine Aouadi completa a lista de novos estilistas que ingressam no calendário de alta-costura a partir do ano que vem. Aouadi, depois de terminar os estudos no Studio Berçot, começou a trabalhar na Balmain como estagiário. O designer francês logo foi promovido e entrou para o ateliê da marca, onde auxiliou Christophe Decarnin e seu sucessor, Olivier Rousteing. Recentemente, Aouadi vestiu Cate Blanchett no Festival de Cinema de Nova York, com um vestido de manga comprida, superfina, que imitava tatuagens no braço.

Para fazer parte da Câmara Sindical de Alta-Costura, uma série de regras devem ser cumpridas, como por exemplo a modelagem, que precisa ser 100% feita à mão, com a técnica de moulage – os estilistas não podem utilizar máquinas. Os designers são avaliados semestralmente para ser definido se continuarão ou não como participantes do evento.