quarta-feira, 4 de novembro de 2015

ESOTERISMO,MISTICISMO E OCULTISMO

O Esoterismo
Fala-se de esoterismo, de misticismo, de ocultismo, de religião. E no entanto, todos estes termos pairam no ar sem que muitas pessoas saibam o que são na verdade.
Para que se desfaçam as neblinas da dúvida, eis que se clarificam os conceitos do esoterismo.
Esoterismo é um termo que designa um corpo de conhecimentos teológicos, filosóficos, religiosos e teosóficos.
As doutrinas esotéricas, de um modo geral, defendem um conhecimento apenas acessível a um conjunto de pessoas iniciadas  num certo pensamento religioso ou magico, e que se encontram por isso preparadas para aceder e lidar com certas leis, fenómenos e princípios espirituais, religiosos, filosóficos e místicos.
O termo «eso» , ( por oposição ao termo «exo»), é um elemento de formação das palavras de origem grega, (éso), que exprime o conceito de «no interior», «por dentro».
O termo Esoterismo, etimologicamente advêm do grego «esóteros» , que significa «da maior intimidade» ou «secreto».
Trata-se de uma doutrina secreta, ( doutrina neste caso, é um conjunto de princípios e crenças em que se baseia uma religião ou um sistema religioso), apenas transmitida a discípulos estudiosos e  iniciados nesse mesma doutrina.
O saber esotérico, é por isso o saber de uma doutrina,  que apenas é apenas transmitido aos próprios que estudam esse conhecimento oculto, escondido e misterioso.
Religião é um conjunto de crenças, conhecimentos e saber que pretende explicar e relacionar-se com o mundo espiritual. Uma doutrina, é um conjunto de princípios e crenças que constitui uma religião. E o esoterismo,é o conhecimento secreto, oculto e iniciático presente num determinado sistema religioso.
Alguns dos sistemas esotéricos são de natureza ocultista, ou seja, professam a crença no ocultismo.
Outros sistemas esotéricos são de natureza mística, ou seja, professam a sua crença no misticismo.
Outros sistemas esotéricos são de natureza hermética, ou seja; professam a sua crença no hermetismo.
Eis o que são os 3 sistemas esotéricos mais conhecidos e divulgados:



Ocultismo:
Sistema religioso geralmente esotérico, que professa a existência de realidades espirituais e ou sobrenaturais invisíveis, ( ocultas), e dos métodos susceptíveis de os conhecer e manipular, ou seja: as ciências ocultas. As ciências ocultas importam as artes divinatórias, (tarot, astrologia, runas, cartomancia, etc), assim como praticas espirituais de contacto com o mundo sobrenatural, tais como a necromancia, bruxaria, etc.

Misticismo:

Corpo de crenças normalmente esotérico, constituído por um tratado ou estudo do mundo espiritual, divino ou celestial, assim como de praticas e rituais passíveis de conduzir a êxtases e ao contacto com o divino. Este sistema dá prioridade á contemplação, á intuição e á fé, por oposição ao conhecimento racional, fazendo precisamente da contemplação, da fé, da intuição por vezes dos estados alterados de consciência, ( êxtases), os meios de obtenção de um segredo que é a essência de uma profunda e grande experiência religiosa de relacionamento com o mundo espiritual ou celestial. A vertente do misticismo no cristianismo é o gnosticismo, e a vertente do misticismo no judaísmo é a Cabalah.

Hermetismo:

Conjunto de crenças usualmente esotérico, que defende a existência de uma realidade invisível, e também de uma relação entre o mundo visível e invisível, ao passo que defende um corpo de conhecimentos como forma de comunicação entre esses mundos. Este corpo de conhecimentos esotéricos encontra-se relacionado com Hermes e os seu saber, bem como com princípios religiosos do Antigo Egipto.  Hermes Trismegistus é normalmente considerado um nome, e contudo é uma expressão que em latim dignifica "Hermes, o três vezes grande".Na verdade, Hermes Trimegisto é o nome dado a partir dos sec III/IV d.C pelos alquimistas, esotéricos e filósofos da escola platónica ao deus grego Hermes, tambemidentificado como o Deus egípcio Thoth , que era o deus da escrita e da magia. Na Europa e desde a idade media, o hermetismo sempre esteve por isso associado ao paganismo, ou seja: ao politeísmo, por oposição ao domínio monoteísta do cristianismo.

Portal de Astrologia e Esoterismo