quarta-feira, 11 de novembro de 2015

A verdadeira história da Familia Von Trapp





Von Trapp é o nome da família de cantores austríacos, cuja história contada em livro pela matriarca Maria von Trapp, inspirou o filme "A Noviça Rebelde/ Música no Coração" , que os tornou imensamente populares em todo o mundo.

Maria e o Comandante Naval Georg Von Trapp casaram-se em 1927, depois dela ter sido convidada pelo, na altura, capitão para deixar o convento onde estudava teologia e era uma noviça, para ser a preceptora dos seus sete filhos, do casamento anterior e do qual havia ficado viúvo. Em 1935, Georg perde a sua fortuna com a falência do banco austríaco e começa a cantar com a família, profissionalmente.

Após se apresentarem num festival de música, o sucesso fez com que começassem a cantar por todo o país. Em seguida à anexação da Áustria pela Alemanha nazi em 1938, George fugiu com a família pelos Alpes para a Itália e de lá para os Estados Unidos, enquanto a mansão onde moravam em Salsburgo se tornava o quartel-general das SS de Heinrich Himmler. Chamando a si mesmos os Cantores da Família Von Trapp, agora com dez crianças em vez de sete, três deles filhos de Maria e Georg, os Von Trapp passaram a guerra apresentando-se em concertos pelos EUA e depois por todo o mundo.
Após a guerra, fundaram a Trapp Family Austrian Relief, Inc., uma entidade criada para enviar toneladas de roupas e alimentos ao povo Austríaco. George von Trapp morreu de cancro em 1947 e alguns anos depois a família separou-se e Maria e dois dos seus filhos tornaram-se missionários no Pacífico Sul. Ela voltou aos Estados Unidos depois de algum tempo e morreu em 1987, aos 82 anos, em Vermont, onde se havia instalado desde a fuga da Europa.

O livro escrito por Maria nos anos 50, "The Sound of Music", tornou-se um grande bestseller e foi transformado num grande sucesso musical nos palcos da Broadway. Dali foi levado ao cinema e, com a actriz Julie Andrews a representar o seu papel, foi um dos maiores sucessos cinematográficos de todos os tempos, facturando quase 1 bilião de dólares em valor actual, apenas nos EUA. No entanto todo esse sucesso não beneficiou muito Maria Von Trapp e a sua família, já que Maria havia vendido os direitos de filmagem por apenas 10.000 dólares… esperemos que tenham ficado no coração de todos e que ao vermos o filme ou lermos o livro nunca nos esqueçamos do sofrimento e, não voltemos a permitir que a guerra semeie ódios e nos ponha uns contra os outros.

The Sound of Music (Música no Coração)