sexta-feira, 30 de outubro de 2015

O ESCRITOR RUDYARD KIPLING






Nome completo :
Joseph Rudyard Kipling
Data de nascimento:
30 de dezembro de 1865
Local de nascimento
Bombaim, Índia Britânica

Nacionalidade
britânico

Data de morte
18 de janeiro de 1936 (70 anos)
Local de morte
Londres, Inglaterra






Malabar Point, Bombaim, c. 1860. Oriental and India Office Collection. British Library.




A Índia de Kipling: mapa da Índia Britânica com os locais e períodos de estada de Kipling.





James Jacques Tissot. The Gallery of HMS Calcutta(Portsmouth), 1876. Kipling, who had sailed with his family from Bombaim to Portsmouth on a P&Opaddlewheeler four years earlier, however, only remembered "time in a ship with an immense semi-circle blocking all vision on each side of her."[1]


Joseph Rudyard Kipling (Bombaim, 30 de dezembro de 1865 — Londres, 18 de janeiro de 1936) foi um autor e poeta britânico., conhecido por seus livros "The Jungle Book" (1894), "The Second Jungle Book" (1895), "Just So Stories" (1902), e "Puck of Pook's Hill" (1906); sua novela, "Kim" (1901); seus poemas, incluindo "Mandalay" (1890), "Gunga Din" (1890), "If"[2](1910) e "Ulster 1912" (1912); e seus muitos contos curtos, incluindo "The Man Who Would Be King" (1888) e as compilações "Life's Handicap" (1891), "The Day's Work" (1898), e "Plain Tales from the Hills" (1888).

É considerado o maior "inovador na arte do conto curto"[3] ; os seus livros para crianças são clássicos da literatura infantil; e o seu melhor trabalho dá mostras de um talento narrativo versátil e brilhante[4] ,[5] .

Foi um dos escritores mais populares da Inglaterra, em prosa e poema, no final do século XIXe início do XX[3] . O autor Henry James referiu: "Kipling me impressiona pessoalmente como o mais completo homem de gênio (o que difere de inteligência refinada) que eu jamais conheci."[3] . Foi laureado com o Nobel de Literatura de 1907, tornando-se o primeiro autor de língua inglesa a receber esse prêmio e, até hoje, o mais jovem a recebê-lo[6] . Entre outras distinções, foi sondado em diversas ocasiões para receber a Láurea de Poeta Britânico e um título de Cavaleiro, as quais rejeitou[7] . Ainda assim, Kipling tornou-se conhecido (nas palavras de George Orwell) como um "profeta do imperialismo britânico"[8] . Muitos viam preconceito e militarismo em suas obras[9] ,[10] , e a controvérsia sobre esses temas em sua obra perdurou por muito tempo ainda no século XX[11] ,[12] . De acordo com o crítico Douglas Kerr: "Ele ainda é um autor que pode inspirar discordâncias apaixonadas e seu lugar na história da literatura e da cultura ainda está longe de ser definido. Mas à medida que a era dos impérios europeus retrocede, ele é reconhecido como um intérprete incomparável, ainda que controverso, de como o império era vivido. Isso, e um reconhecimento crescente de seus extraordinários talentos narrativos, faz dele uma força a ser respeitada"[13] . Seu poema "If" (Se) é símbolo dos Cadetes da Academia da Força Aérea.