quarta-feira, 7 de outubro de 2015

O designer PHILIPPE STARCK







Mundialmente reconhecido pelo seu design de produto e de interiores — e como arquitecto. Criticado por estar orientado para um design elitista, «à la mode» e luxuoso.

Philippe Patrick Starck já foi um «enfant terrible» do design; hoje, é um dos empresários mais acomodados. nasceu em 1949 em Paris. Foi influenciado pelo seu pai — um engenheiro aeronáutico com quem passou grande parte da sua infância. Starck passava muitas horas no estúdio do pai, onde cortava, colava e montava motas, bicicletas e outros objectos...

Estudou em Paris na École Nissim de Camondo de 1965 até 1967.

Em 1968 criou a sua primeira empresa, que produz objectos insufláveis.

Um ano depois, tornou-se director de arte do famoso designer de moda francês Pierre Cardin.

Começou a trabalhar de forma independente em 1975 e em 1980 fundou a Starcks Products. Em 1982 a sua carreira começou a evoluir quando desenhou o interior do apartamento privado do presidente francês François Mitterrand.

Dois anos mais tarde, em 1984, desenhou o interior do Café Costes em Paris que lhe deu a fama em todo o mundo.

Para produzir e comercializar em massa, Starck cria objectos de uso diário doméstico que são estilizados, racionalizados (?) e por vezes orgânicos, recorrendo a combinações de pedra e vidro, plástico, alumínio e textil.



O espremedor de citrinos Juicy Salif, criado em 1990, tornou-se rapidamente um objecto (acessível) de culto.

O Juicy Salif, um espremedor de citrinos, foi o primeiro objecto que Starck criou para a empresa italiana Alessi.