sexta-feira, 16 de outubro de 2015

DOCE PECADO DE AMAR




Quero teu beijo molhado, gostoso, intenso, profundo.
Teu corpo cheiroso, quente, ardente, provocante que
me enlouquece e enaltece meu desejo.

Desejo de ter Você do meu lado e que em mim você
aqueça seu corpo gelado.
Quero teu olhar no meu, meu cheiro com o seu
e nosso ato de amor fazendo meu corpo suar sobre
teu corpo que sua no meu, sentindo o prazer e o açúcar
deste doce pecado.

Mas na verdade pecado de fato não existe, basta que olhe
com olhos, olhos que olham além das vitrines.
No fundo mesmo, pecado é não ter teus lábios, com meus lábios
Sentir a sensação de deixar seu corpo arrepiado.
E na solidão de nós dois, na escuridão desta noite, imaginar
aquele teu sorriso mais escancarado a me encantar.

Na minha cama acende a chama para me queimar.
Faz nas tuas garras eu ficar, cair e não ter do que lamentar,
Afinal, com você o pecado é doce é o pecado de Amar.

Roger Stankewski