terça-feira, 20 de outubro de 2015

Cancro...E Depois??



FAÇO MINHAS AS PALAVRAS DESTA AMIGA /COMPANHEIRA que neste momento está lutando pela vida com novos tratamentos, com muita determinação, com muita esperança...

Peço pensamentos positivos para ela! <3


Cancro - E Depois?
13/10 às 0:30 · 

Perdi-me num tempo sem tempo. Tempo onde me encontrei diferente de mim própria.
Encontrei-me sem me reconhecer...
O tempo de me cuidar, àquilo que os olhos vêm, deu lugar a um tempo de cuidar ao que a alma sente.
Numa vida, vivida, no passado, relembrando... os fracassos, as frustrações, as asneiras, as incorreções, os defeitos, os preceitos, os preconceitos...nessa vida o tempo não tinha tempo para as coisas básicas da vida....o tempo voava entre futilidades e frivolidades. O tempo...
Depois desse tempo vou-me reencontrando todos os dias, diferente... mas com tempo... com muito tempo. Tempo de cuidar, tempo de amar. Amar o céu, a terra, o mar, as estrelas, Tempo de ser feliz.
Há muitas formas de se ser feliz.~
Do sapato alto, da roupa a condizer, da pulseira "xpto#... da mala... do perfume.. dos acessórios, de horas de cabeleireiro... da vontade de socializar... de, muitas vezes deixar de ser, para passar a parecer.....de tudo isso e muito mais, o tempo, ofereceu-me um novo tempo. Deus deu-me uma segunda oportunidade... Oportunidade onde as regras do jogo mudaram... mudaram de dentro para fora... por razões que o destino se me impôs... razões que me fazem sentir mais completa, mais serena, mais tranquila.
E... quando penso sobre todo o meu percurso terreno percebo que, talvez nunca tenha sido tão grata como hoje. Talvez nunca tenha dado o devido valor a tanto que tinha e tenho. Talvez nunca tinha sido genuinamente feliz... Provavelmente nunca fui. Talvez porque o conceito de felicidade estaria deturpado no meu cérebro... e não passava só por mim. Quando na realidade a nossa felicidade só passa por nós próprios.
Agora dou comigo a observar as flores. como há flores bonitas. diferentes, complexas... ;os pássaros... que vou observando... nas suas rotinas, organizados... a treinarem os voos quando são pequeninos... os pais que os chamam e os cuidam..... o mar, na sua imensidão ensurdecedora, e que contém uma panóplia de vidas em si... o céu... o infinito... o ser humano... tão perfeito e tão incompleto... tão desligado das suas origens, tão físico... tão, quase que, desprovido de alma...
Vou-me perdendo e encontrando num tempo sem tempo... não tenho pressa... não sei para onde vou... mas quero caminhar... muito grata por me ter sido dada oportunidade de perceber como estava enganada nos desígnios da vida...Grata por me ter sido dada a oportunidade de viver uma nova vida... onde contemplo as maravilhas da natureza e me sinto verdadeiramente a caminho da felicidade... digo a caminho, porque acredito que a felicidade não é um estado, é um caminho....
Quanto à minha doença física - deixei de fazer quimioterapia. Serei internada no Porto durante 6 semanas para fazer um tratamento de radioterapia denominado Banho de Eletrões. Posteriormente irei fazer o transplante de medula com pelo menos 2 meses de internamento. Aprendi a ser paciente. A manter a calma... a ter fé... o meu corpo vai ficar bem porque sinto que a minha alma está "curada"
Continuo na estrada... na estrada da vida
NAMASTÉ"

http://www.facebook.com/cancro.versus.cancro