sábado, 18 de julho de 2015

Testemunho de Juventude



pt.wikipedia.org


Há já uns tempos que não via um filme que me preenchesse  tanto como Testemunho de Juventude.- guerra e amor estão lado a lado,e em várias frentes : familiares,políticas e sociais.

A acção do filme passa-se no decorrer da I guerra Mundial, o que vem privar os sonhos de Vera  Brittain, uma jovem feminista e determinada a ingressar na Universidade de Oxford,tal como seu irmão,que aliás a apoia incondicionalmente.

Vemos Vera cercada não de mulheres ociosas e fúteis, mas de dois amigos do irmão, por um dos quais , Roland ,se irá apaixonar.

Vera consegue entrar na universidade :o seu sonho concretizou-se. Mas por pouco tempo....a guerra rebenta ! O irmão e respectivos amigos decidem entusiasticamente alistar-se,contra vontade daquela ,que teme pelas suas vidas.

Para se sentir mais próxima deles, Verá abdica do seu sonho de estudante,( ser uma poetisa) e volta-se para a enfermagem. Aí vê as consequências do horror da guerra...as feridas,as amputações,o sofrimento,os gritos,a morte.

Num breve tempo de licença,Roland pede-a em casamento. Mas talvez o destino estivesse marcado...no próprio dia do casamento,já vestida recebe um telefonema : Roland morrera heroicamente na frente de batalha.

Mas as mortes sucedem-se ,o amigo do irmão e até este !

Quando tudo parecia estar acabado para Vera, destroçada pela dor, esta retoma a Vida : volta a Oxford!

Apreciei as paisagens rurais de Inglaterra: as altas árvores de um verde ,não propriamente viçoso,
que ladeavam um lago, onde era habitual os jovens aí se banharem..as falésias sobre o mar revolto, as searas já queimadas pelo sol...mas uma ténue névoa estava teimosamente presente ...como se algo terrível lá longe no horizonte pudesse acontecer...

Na minha perspectiva, o filme parece ter uma estrutura circular: começa e acaba com Vera a nadar nas águas límpidas do rio. Mas os objectivos primordiais são agora diferentes...



  Claude Monet