domingo, 5 de julho de 2015




Coração Apaixonado

Há dias e dias...
E  hoje,é  um desses dias em que me sinto  impotente de resolver um problema que se me coloca.

Que conselho dar,que palavras dirigir a uma pessoa que sofre por amor?
Essa pessoa teve uma relação que durou sensivelmente dois anos, meio conturbados,por não haver um ajuste social entre ambos.
Separaram-se. Ela partiu para uma nova vida no estrangeiro. Aí conheceu outras pessoas,alargou o seu leque de amigos e os horizontes... teve outra meia relação,se assim se pode chamar...creio eu."Eu amo-te,tu talvez...andaram a tactear emoções e romperam ,pensavam que definitivamente algo,que não chegara a começar....

Quis o destino que o primeiro homem fosse para o mesmo local...eram amigos e aceitaram-se como tal,conviviam...mas ambos tinham crescido ! Já se conheciam melhor e sabiam como relacionarem-se um com o outro. Afinal ,se nela o amor estava extinto,nele o amor reacendeu-se !

Ele aceitou todas as suas saídas, os seus flirts, as viagens com amigos com uma placidez invulgar. ele era como um animal que está na toca e espera pacientemente o outro para o "atacar ".

E aconteceu....ela voltou para ele, talvez com a cabeça mal resolvida,mas ele estava mudado. E as demonstrações do seu intenso amor eram tão fortes,que talvez por isso ( não sei ) ela o aceitou de volta!

Mas o destino prega-nos partidas...pouco tempo depois,ela reconheceu que não se sentia bem ao lado daquele homem,que conhecia há tanto. Havia um outro amor mais recente,que não a deixava viver em tranquilidade-
E havia a parte emocional : dei-lhe uma segunda oportunidade,parece que estou a brincar com os sentimentos dele ! E isso não quero, aliás não é esse o meu propósito. O problema não está nele,mas em mim !

Ela acabou novamente . Agora na esperança que o segundo amor a quisesse,ou não....afinal o que desejava era libertar-se daquele primeiro.

Como se compreende que se troque o certo pelo incerto?
Afinal,Fernando Pessoa estava certo quando afirmou : "O coração tem razões que a própria razão desconhece!"

Casais apaixonados 2