quarta-feira, 8 de julho de 2015

Estar



Andrius Kovelinis

Estar


Partilhamos as noites.
Sorrimos ao amanhecer.
Beijamo-nos ao acordar.
Ouvimos o mar nas manhãs de Maio.
Escutamos ópera de mão dada.
Abraçamos a praia nas tardes de Outono.

... é minha a tua alma, e escolhi viver dentro do teu peito.



Ana Alvarenga