domingo, 19 de julho de 2015

esta grandeza de não a ter....





esta grandeza de não a ter
é mais pequena que a de não desejar tê-la

e se o preço de participar é grandeza
não contem comigo
não participo
não participo nem contra grandeza

nasci ar
em forma de gente

nasci luz
em forma de gente

não me compreendo
e respiro-me
e vejo-me textual

a forma de gente faz-me agir fora do que nasci ar
fora do que nasci luz

e nasci ar para forma de gente
e nasci luz para forma de gente

nasci antes de mim
antes de forma de gente

era génio antes de nascer
em forma de gente
a forma de gente não me deixa ser o génio que nasci

José de Almada Negreiros, Contos pequeníssimos

In Obra Literária de José de Almada Negreiros. 1, Poemas.Lisboa, Assírio & Alvim, 2ª edição, 
2005.